Fragmentos de férias: Parte 2 – Família

Depois dos primeiros dias em Salvador, fomos pro interior pra fazer o objetivo numero 1 dessa viagem que era matar a saudade da família.

Aqui no interior onde eles moram, é bem tranquilo, então o tempo das férias reservado para família é também o tempo de descansar, curtir a todos, comer comidinha da mãe/vovó, jogar buraco cada tarde depois do almoço e principalmente me deliciar de ver o filhote se relacionando, conhecendo, convivendo e aprendendo a ser um pouquinho mais brasileirinho.

Quando a gente mora longe da família, e passa tanto tempo sem se ver, estar todo mundo junto tem gosto de final de novela, fica todo mundo felizinho, achando graça de qualquer coisa, parece até que não existem as diferenças porque todo mundo se esforça pra estar bem e aproveitar cada minuto de estar junto.

Desses quase 20 dias em família que passa devagar, mas passou tão rápido… foi tão bom sentir essa emoção deliciosa de escutar o filhote chamar a vovó todo o tempo, o aperto no peito quando o vovô falava que ia sentir saudades do neto e desfrutar de ver o pequeno com a tia Alê, com o tio e os primos… Estar presente no aniversário e renovação dos votos de casamento dos meus pais, estar sentados na varanda e escutar histórias da família…

e agora já de malas prontas, esperando a hora de viajar… o coração fica pequenininho e dá vontade de voltar no tempo e viver tudo novo uma e outra vez…

17 Comments

  1. saudade não mata. ajuda a viver.
    pense assim…
    bjo bjo bjo

  2. são tão intensos este momentos, não?! bjos

  3. E' tão dificil esse momento, né? Sempre que me despeço dos meus pais, eu choro até nao poder mais… até hoje, mesmo depois de 5 anos expatriada, eu nao consigo lidar muito bem com a distancia. Mas depois que chego em casa, retomo a minha rotina de sempre e isso ajuda um pouco a amenizar a saudade. Ou pelo menos para esquece-la um pouquinho.

    Bom retorno pra vcs!

  4. Anonymous

    Una bonica foto familiar, envio desde aquí, las mes sinceres felicitacions a la Idalia i el Amaro,!PER MOLTS ANYS! petons a tots. La IAIA.

  5. Flavia querida,
    Faz tanto tempo que não vou para o Brasil (3 anos!), que so de ler o seu post me deu a “saudade do que ainda não vivi”, que é estar ao lado das pessoas que amo, do tempo passar devagar e rapido ao mesmo tempo. Imagino a Béa chammando a vovo o tempo todo e o aperto no coração na hora da despedida. Ai ai!! Força ai!!! Beijos e otimo retorno!

  6. Que delícia, Flávia!! Que bom que aproveitaram cada segundo!!!

    Beijo

  7. Oh saudade que bate em meu coração!!!!

    Bjsss Flá!!!

  8. Você é muito guerreira! Conviver nesta corda bamba da saudade e sentimentos é uma arte! Mas o amar verdadeiro não é isso mesmo: saber quando chegar e afastar, estar junto e estar longe?
    Boas voltas a La Espagna!
    Bjs! (família linda!)

  9. que linda família! que bom que pôde apreciar cada minuto!
    beijoca

  10. Flá, que bom que vc curtiu muito a familia. É uma pena que passa tao rapido, mas esses momentos nos fortalecem e nos ajudam a seguir a vida do lado de cá, certos de que a distancia nao diminue e nao muda os sentimentos verdadeiros.
    Beijos
    P.S. Semana que vem sou eu quem mata a saudade do colinho de mae. Nao vejo a hora!

  11. Eu entendo vc, amiga. ô se entendo. E olhe que eu não moro em outro país…
    Beijos.

  12. Sei bem como é isso, Fla. Sou neta de italianos e sinto uma falta danada das reuniões da “famiglia', das confusões….guarde bem estes momentos no coração, eles são especiais mesmo…

  13. Sem palavras mana …
    Saudades imensas!
    Beijo
    Alê

  14. ö delicia jogar um buraquinho depois do almoço! Nao vejo a hora de ir pra casa da mamae!

  15. Jussara

    Deve dar um aperto no peito quando vai chegando a hora de partir…
    Vc ficou a cara da sua irmã com esse novo cabelo ;).
    Seus pais são muito fofinhos.
    E família é tudo na vida da gente.

  16. Família é família, né Flavia? A gente mora longe e morre de saudades, a gente mora perto e se estressa um bocado, rsrsrsrs, mas sempre queremos ter nossa família por perto!

    Beijos,
    Nine

Leave a Reply to Cancel Reply