das coisas que um filho ensina – Dia 1

Hoje tive um dia chato, estou aprendendo uma linguagem nova de programação e quando não consigo me concentrar, até as coisas que eu já aprendi me parecem escritas em japonês.
Passei o dia inteiro entre livros, anotações e o computador, quase nem parei pra comer, entrei em um labirinto e quando estava quase, quase achando a saída, era a hora de buscar o João na escola.

Saio correndo, chego na escola e o de sempre… como foi “el cole”? Comeu o que? etc.…etc.… A verdade é que liguei o automático das perguntas de sempre, peguei o pequeno pela mão e saí andando a passos de adulto ainda pensando no que deixei em casa.

- Mamãe, Mamãe??

- QUE? (imaginem o tono)

- Olha isso.

Quando olhei, ele tinha a calça nos pés, que não estava muito bem segura e foi caindo a medida que ele tentava acompanhar o meu ritmo.

Tive uma crise de riso, e ele também, me abaixei pra ajuda-lo a levantar a calça e me dei conta que estava com o filhote já fazia uns 7 minutos, mas só cheguei mesmo, de verdade, naquele momento…
Aproveitei que estava na sua altura e dei um abraço no meu pequeno que ria e repetia: eu tava pelado, eu tava pelado… hahaha

… e como um passe de magica me desconecto dos “problemas” e me sinto muito mais leve…

    amanhã encontro a saída!

E das (tantas) coisas que um filho ensina, RIR como criança (com ele, dele, da gente mesmo e dos problemas) com certeza é uma das melhores lições.

17 Comments

  1. Esse rir deles, com eles, é muito bom. Isso vale o dia, cura mal humor, devolve um sorriso ao nosso rosto às vezes sisudo pelas coisas da vida.
    Também amo essa parte da maternidade. Dou muita risada com as meninas.
    Beijos

  2. Ah… que coisa linda! Que privilégio é ser mãe. Hoje estou com a maternidade querendo explodir no meu coração. =) Ganhamos o concurso da Stella McCartney!!!! Obrigada pela ajuda!!!

  3. Adorei! Eles precisam nos puxar pra realidade deles de vez em quando. Que geralmente é uma realidade muito melhor que a nossa. Eles ensinam muito sim. Você tem razão. Pra que levar os problemas com a gente?? Deixa todos no escritório…. kkkk Bjo

  4. Ha.. finalzinho de um dia cansativo de trabalho e vc e o Astronauta conseguiram tirar de mim um sorriso tbm!!!

    A Roberta disse bem.. rir deles e com eles é muito bom!!!!! dá uma renovada, né?!

    BJnhos em vcs!

  5. eles nos ensinam a rir, nos dão motivo pra rir e riem conosco. uma delícia!

    beijocas

  6. Adorei o primeiro texto!
    E viu? A gente sempre tem algo de novo para contar!
    Beijos,
    Nine

  7. Rir… com certeza, uma das lições que tenho aprendido com Laura!!! Lindo post!

  8. Fla, arrasou no primeiro post dessa sua série de aprendizado. Rir é sem dúvida uma das coisas mais mágicas que uma criança pode nos ensinar, inclusive a rir mesmo quando não deve pq é uma vontade incontrolável…

  9. e se a gente não tem cuidado ficamos presas aos problemas e perdemos estas oportunidades de viver. este é o meu exercício: ansiosa que sou, tento viver apenas o presente, um minuto de cada vez.
    beijoca

  10. Rir com eles é maravilhoso. Faz os problemas voarem pra longe, concordo!
    Adorei!
    Bjos

  11. É verdade, Flá, tem horas que o melhor remédio é rir. Deles e com eles. E, neste caso, ele não tinha culpa nenhuma do seu mau homor, do seu dia pesado. E hoje, já estressada com os causos de ciúme aqui em casa, só me restou rir quando descobri que a Ciça tinha jogado um copo de transição aberto (cheio de água) no berço da Cali. O colchão estava encharcado. Ri da traquinagem, na frente dela mesmo, porque, na real, já estou cansada de brigar com ela.
    Beijos

  12. Hahahahaha!! Adorei!! Com certeza aprendemos a ver a vida de outra forma, por outra perspectiva! E rir com eles é mesmo uma delícia!
    beijos

  13. Ai que delícia….são essas criaturinhas que dão sentido a nossa vida :)
    Beijos
    Ana

  14. Falou e disse, querida! Eles nos devolvem a doçura perdida num piscar de olhos!

  15. Fazia muito tempo que não passava por aqui, menina. Eu estou muito relapsa com as leituras, mas adorei esse post. Bem que poderiamos conseguir trazer esse aprendizado para TODOS os dias, né? Seria tudo tão mais leve…
    beijos

  16. flá querida! to sumida (e agora digitando com uma mao), me adaptando à maternidade, que tem sido ótima. tao gostoso curtir a pequena. e como eles crescem e evoluem tao rapido ne?

    vim correndo aqui acompanhar seus posts. tava com saudade do seu canto. gosto tanto!

    e sabe, os pequenos sabem chamar nossa atencao. seja sem querer ou de proposito mesmo. as vezes precisamos de um puxao pra realidade. pq muitas coisas estao ali, na nossa frente, e nao vemos.

    esses dias sonhei com bcn, deu uma saudade, acho que em breve vou visitar minha segunda casa.

    meu blog sumiu do seu planeta mamas, tem acontecido em outros. pq sera?

    um beijo enorme!

Leave a Comment