Paris com crianças – pequeno guia ilustrado!

Paris com crianças – pequeno guia ilustrado!
by: Mari Bz

Vipei no astronauta, que sucesso!

Fui a visitante 50.000! Daquelas obsessivas que ficam reloadando infinitamente até conseguir fechar o numero certinho, confesso. Quando vi que tava bem pertinho do 50 mil fiquei picareteando no F5 pra levar. E levei! E agora tenho a honra e responsabilidade de ter esse espaço aqui no Astronauta, o que pra mim é especialíssimo porque, gente, eu conheci o Astronauta himself! Acho que poucos leitores pode se dar o luxo de dizer isso, mas calhou que eu morava em Paris, fui pra Barcelona e rolou a feijoada brasuca na casa deles – a história tá aqui.
Bom, então vou no gancho dessa coisa de se morar fora, muito pertinente a este blog de uma brasileira criando filho nazoropa. E decidi fazer um guiazinho “Paris com crianças”, porque volta e meia recebo emails pedindo dicas e tá mais que na hora de publicar. Espero que seja útil – principalmente pra Flá, Uri e João, que estão bem mais perto que a gente da cidade luz e podem se divertir horrores por lá!
(Bibibi-bobobó, o post mesmo começa aqui, tá? Desculpem a verborragia…)
Paris com crianças – pequeno guia ilustrado!
Bom, Paris com crianças. Pra começar, é aquela coisa: fala-se muito do tal mau humor francês, das bufadas, dos resmungos e etc. É tudo verdade, e fica muito claro quando a gente está com uma criança. Parece que eles não gostam muito de criança dentro dos lugares (café, restaurante, museus), então cuidaram para que os exteriores fossem incríveis pros pequenos. E conseguiram. Tem parques em casa esquina, e todo parque tem um parquinho, e todo parquinho tem chão emborrachado. Então a dica número um é: podendo, vá na primavera/verão. No inverno a criançada aproveita bem menos. É claro que existem lugares fechados ótimos pra crianças – tipo aquário, museu de ciências, etc – mas o ponto forte são os passeios ao ar livre, sem dúvida. Pra gente que mora no Brasil e é tão carente de espaços públicos bem planejados para crianças, é de babar.
Alguns dos nossos lugares favoritos:
Jardin d’Acclimatation
TEM-QUE-IR. Esse lugar é o máximo, o mundo encantado das crianças! É um parque enorme, inteirinho pra crianças. Tem parque de diversões, trenzinho, barco, fazendinha, cinema e teatro, espaço de música, sala de espelhos, área para piquenique, areia, água… é fantástico! Dá pra passar dias inteiros, vale muito a pena! A entrada é paga e alguns dos brinquedos também, mas nada muito caro.

Parquinho aquático incrível do Acclimatation

Pensa naquelas corridas de cavalinho do Bozo. Agora aumenta o cavalo
e sobe em cima dele… deu pra sacar o quão divertido é isso?
Aproveite o filho nenê e use como desculpa pra ir junto!
Jardin de Luxembourg
Parque lindão, com algumas áreas de grama abertas para piquenique. Dentro dele tem quadras de esporte, lago e um parquinho (pago, mas baratinho) bem grande, com mil brinquedos e tanque de areia.

Escultura-cabeção no Jardin de Luxembourg
(apelidada carinhosamente por nós de “Carlos Drummond de Andrade”)

Momento “onde está a mamãe?” no parquinho. O chão é de borracha, notem!
Place des Vosges
Uma praça toda chicosa, com uns brinquedos na lateral e 2 tanques de areia. Gostosa pra fazer piquenique, lá a grama é toda liberada pra gente sentar.
(Aliás, piquenicar em algum parque de Paris é fundamental na vida de um viajante. Os mercados tem seções inteiras de comidinhas práticas pra se levar, incluindo coisas saudáveis tipo bandejinhas de legumes crus pra se comer com a mão. Garanta o lanchinho das crianças, o seu vinhozinho em copos de plástico e se joga!)

Alice e sua amiga Pepê depois do vinhozinho valsando na Place des Vosges
La Vilette
É um parque enorme, e lá dentro tem um monte de coisas legais. Vale visitar a Cité des Sciences & de l’industrie , que é um museus de ciências (lá dentro tem uma parte específica para crianas pequenas, a Cité des Enfants, mas o museu de forma geral é pra crianças um pouco maiores, a partir de uns 6 anos. E os adultos se divertem bastante também). Fora isso, o básico dos parque: parquinho, brinquedos, espaço pra piquenique, etc.

Cité des Sciences. Esse bolão é um relógio mutcho louco que dá as horas com música…
não entendi direito como funciona, mas é divertido.
Jardin des Plantes
É o Jardim Botânico de Paris. Logo na entrada a gente passa por mil canteiros floridos e as crianças arregalam os olhos por causa da diversidade de espécies e cores. Dentro tem parquinho, carrossel (bom, carrossel tem na cidade inteira…), um mini zoológico e o Museu de História Natural, cheio de bichos empalhados. Pra criança que gosta de bicho é um ótimo programa.

Alice e vovô no Museu de História Natural.
Vovô nada tem a ver com esse post, mas estava na única foto que tenho da savana africana, fazer o quê?
Promenade Planté
É um “passeio suspenso”, que termina num parque com um gramadão incrível (não vou repetir o termo “piquenique” aqui, acho que vocês já entenderam…). Amo por duas razões:
1. Por ser um caminho todo elevado, a gente vê a cidade por um outro ângulo – imaginem o Minhocão tranformado em jardim. É por aí…
2. É a primeira caminhada que Jesse e Celine fazem em “Antes do Pôr-do-Sol”! Eu quase enlouqueci quando revi o filme e reconheci o passeio, que já tinha feito várias vezes. Pra que tiver curiosidade: logo no começo eles saem da livraria, andam um pouquinho e vão dar num caminho cheio de plantinhas e uns bancos de ferro, onde sentam. É ali! Fofo fofo.

Promenade planté visto de baixo…

… e de cima…

e de dentro do filme! Oh-lalá!
Jardin des Tuileries
É o jardim que liga o Louvre à Place de la Concorde. Além de ser lindo, tem carrossel, parquinho e pula-pula. No verão um parque de diversões enorme é montado ali – e foi lá que eu quase trombei com a Madonna.
Aquários
Aquários sempre fazem sucesso com crianças e costumam agradar os pais das crianças também. Não conheci os de Paris porque fomos em vários aquários em outras cidades, mas parece que tem um bem legal em Trocadero.

O bigode está muito em voga nos aquários franceses

Paris Plage
É um projeto que rola por um mês durante o verão (do meio de julho ao meio de agosto, mais ou menos). Toda a margem do Sena é transformada em espaço de lazer, que inclui: praia artificial, piscina, recreação, espaços de leitura (com empréstimos de livros!), shows, aulas de artes, atividades tipo tai-chi ou aulas de dança, paredão de escalada, esportes aquáticos, etc etc etc infinitos. Fica meio muvucado, mas é divertido – fora o pitoresco de se botar um biquinão e deitar num areal à beira do Sena.

Tá vendo uns azuizinhos lááá longe? Então, a Paris Plage é lá!

Praia fake dos parisienses. Bote o biquinão de bunda recatada e vá a luta!
Pronto, acho que é isso, pessoas. Divirtam-se muito! E se possível for, estiquem a viagem até Barcelona e passem na Flá pra comer feijoada e dar umas cafungadas no João, que isso é mais divertido do que tudo o que eu contei aqui.
(“Tá, mas ONDE ficam essas coisas todas, Mariana?”, você me pergunta. Amigo Google, tá gente? Se eu for levantar os endereços todos vou atrasar mais 3 semanas e eu vou ser atropelada pelo VIP 60.000…)
(Flá, muuuito obrigada pelo espaço e desculpa o atraso! Beijão pra vocês! E VÃO PRA PARIS!)
Mais sobre a Mari aqui

26 Comments

  1. Oh-lalá!
    adorei o post vip!
    Ah.. Paris… ah… Paris!

  2. Eeee, super útil. Vai bater recordes e “chamar” o visitante 60 mil rapidinho.

  3. Mas que post chicoso, mon dieu do céu!
    Com direito a informações e ilustrações de primeiríssima!!
    Daqui a pouco a Fla publica um Barcelona con Niños e as duas lançam um guia. E dali pra Oprah é um palito!

    Adorei, beijos nas duas!

    Em tempo: Pronto. Agora nunca mais nessa vida que eu vou poder apreciar o cabeção do Luxembourg sem pensar no Drummond. Valeu, Mari.

  4. amei o post!!
    tem todo um lado de Paris que não apreciei pq tava em oooutro clima quando fui. Mas sempre quis voltar e olha aí mais um montão de motivos!

    quem sabe não aproveito e vou dar um cheiro no Astronauta?!

    beijão pras duas!

  5. adorei o post.. agora falta PARIS! hihihihihihi! Viagem dos meus sonhos!!

  6. AMEEEEEEEEEEEEEEIIIII!!! Uau!
    Não vejo a hora de esquentar a aproveitar as dicas, ja que agora a Béatrice esta um pouquinho maior, com quase um aninho! Parabens pelo post Mariana e as fotos estão demais!
    Flavia, queria te dizer que la no meu blog postei o relato de parto de uma amiga minha, a Lu, que teve seus três filhos em casa. Quando tiver um tepinho passa la pra dar uma olhada e, não abusando, e puder e ou quiser, vamos passar esses relatos pra frente, pois acho que vale a pena! São lindos e encorajadores.
    Beijos, beijos, beijos e vamo que vamo na contagem regressiva para a chegada da primavera!!! Uhuuuu!

  7. Muito legais as dicas! Parabéns pelo post!

  8. Bel

    Adorei o guia! Fiquei curiosa de ver os parquinhos de Paris, porque até agora, das cidades que eu conheço, Madrid é imbatível. Num raio de 3 quadras da minha casa, tem nada mais nada menos que 12 parquinhos, só que aqui com chão de areia. :D

  9. A foto da Alice com a Pepe tá a coisa mais meiga do mundo!

  10. Eva

    Ameeeei o post!!
    Primeiro porque tenho muita vontade de ir a Paris e trocentas pessoas falam que é melhor esperar curumim crescer mais senão ninguém aproveitará nada lá. Como se Paris fosse só museus. Assim que consegui agendar meu tempo ($$$, rs) já tenho um guia maravilhoso!!

    Segundo (que talvez fosse até primeiro, kk)eu ri de me acabar aqui da história do F5 para chegar no 50000. Eu cheguei a pensar em fazer isso. Ai pensei não…talvez voltar várias vezes ao dia…aí descuidei e pronto. Ainda bem que descuidei porque o post foi maravilhoso, o meu não chegaria aos pés.
    E que venha os 60000!

  11. Tbm adorei o post! Vou guardar essas dicas para qdo for para Paris.
    Beijos

  12. Lia

    Amei! conheço a paris sem filhos e fiquei doida pra conhecer essa daí… Ai, Emilinha, comece a falar que lá vamos nós!

  13. Bia

    Que post sensacional! Por aqui sonhamos há muito tempo com uma viagem dessas, e agora com o bebê até cheguei a pensar que não iria tão cedo, mas sempre há um jeito, não?!
    Parabéns!

  14. Renata

    A-P-A-I-X-O-N-E-I!!!!!!! fotos, por sinal de profissional! Fui a Paris em lua de mel…agora com Pietra seria outro tipo de viagem…vou guardar este post, quem sabe..rs…

  15. amei o post!
    as fotos e o texto da mari ficaram incríveis – apesar de não ter conseguido abrir algumas fotos.

    agora vou ter que ir a paris com filhos (e sem), só pra cumprir este itinerário! ehehehhe

    beijinhos! adorei!

    espero poder escrever aqui um dia também

  16. Não conheço Paris com filho!Que chato acho que vou TER que voltar por lá!!
    Lindo o post, linda as fotos!!

    beijos

  17. Arrasou mari… muito bom!!! beijo

  18. fui obrigada a voltar aqui, como assm ela ficou tomando a umburoska enquanto vcs olhavam a cria dela?
    hahahahahahaha, tô pas-sa-da?! creeeeedo cruz!

    (mas pelamor, esse é um post sobre paris, temos que manter um certo nível..erm…désolée, ma chérie, désolée)

  19. Nossa, esse post veio mega a calhar! Acabei de escrever que decidi levar o Theo (de 1 ano e 3 meses) pra NY, apesar de todas as críticas que recebi. “Imagina, ele é tão pequenininho!” “Ai, pra que vai deixar o menino sofrendo 10 horas no avião” e por aí vai. Adorei as dicas de Paris — quem sabe o próximo destino com meu filhote!

  20. Oi Flavia, obrigada pela visita! Pretendo levar a Ísis ao odontopediatra para ver se ela herdou a peculiaridade dos dentes de leite…na minha família ainda tem mais uma: não ter os incisivos…uma coisa! Eu não herdei nenhuma das duas, ainda bem! Mas minha mãe ficou com dente de leite e minha irmã ficou sem um incisivo…maior trabalheira para corrigir, hehehe Beijos!

  21. me senti especialmente presenteada porque há poucos dias mandei um e-mail para Mari pedindo essa dicas! Já fui à Paris, mas antes de ter filha, e na época nem reparei em tanta coisa bacana pra criança! Adorei!

  22. aeeeee delíciaaaaaa
    quem sabe logo mais eu possa curtir essas delícias todas, hein!! ficou demais esse post Mari!! legal ter sido a própria bem o 50.000, né, Flá!!
    Ai… até já tentei trucar para ser vip, mas ainda não consegui… sempre como bola.
    Mas um dia chega minha vez! rá!!
    beijos pras duas
    tha

  23. Wow! Excelente esse guia! Que completissimo hein? E acho que tanta informacao tambem da ideias do que procurar em outros lugares tambem. Sempre vale a pena olhar por parques, museus de ciencia e aquarios. Amei e to guardando o guia aqui pra mim!

    Beijos e parabens pro`ces, Mari e Flavia!

  24. Aie!!!
    adorei o blog, o post, o joão e tu-do!
    linkadas e seguidas!
    bjocas
    carol
    http://viajandonamaternidade.blogspot.com

  25. Adorei as dicas ,estou indo para Paris no próximo mês de julho ,com meus 4 netos na volta conto como foi. Obrigada Edite.

Leave a Comment