Olha quem está falando!

Quando escrevi o post “Corujices” com as primeiras palavrinhas do João, pensei que estaria sempre atualizando aqui no blog, o vocabulário do pequeno. Mas aí vem a falta de tempo, a falta de inspiração, a falta de vontade…o esquecimento… e daquele post, já passou mais de 6 meses.
Nesse período o vocabulário do pequeno diminuiu e mudou para depois aumentar… pouco a pouco as silabas se transformaram em palavras, as palavras se juntaram formando pequenas frases, e com um pouco de paciência e muita imaginação as frases soltas, viram um pequeno dialogo multicultural.
Apesar da minha insistência, de falar com ele sempre em português, dos DVDs, de pedir aos amigos brasileiros que falem com ele em português, do Palavra Cantada, do “parabéns pra você” e da musica do “pato” (João Gilberto), apesar de tudo isso e do quão musical e lindo é o nosso idioma, o João tomou partido e se comunica principalmente em catalão.
Normal, né? A influência do meio é grande, o super papa, “la iaia”, a escola.
O lado bom é que ver um garotinho que não chega ao metro de altura falar expressões típicas catalanas, é engraçado demais! Mas por outro lado: ler os blogs das mamães no Brasil e morrer de fofura ao ler que do lado de lá, os garotinhos e garotinhas falam coisas do tipo, mamãezinha linda, ou “quelida” ou bonitinha e afins, é (confesso!) de morrer de inveja.
Mas enfim… é a consequência de ter um filho gringo. Fazer o que?
Segundo o super papa, eu não devo me preocupar, que mais cedo ou mais tarde, ele vai falar em português, eu sei! Como também sei que até o próximo intensivo de “português du Brasil, nu Brasil” tenho que me consolar com o “Mami” dito de forma manhosa, que não se compara a um delicioso, “mamãezinha linda” porém quando seguido de braço em volta do pescoço e tapinha nas costas, também é gostoso, né gente?
O que importa é que ele entende perfeitamente o português, (e também o espanhol) fala palavras soltas dos 3 idiomas (e as vezes chega da escola com alguma palavrinha nova em inglês), repete comigo, quando eu faço a tradução simultânea, e algumas vezes inventa palavras misturando os idiomas, que não deixa de ser engraçadíssimo.
E pra deixar registrado, algumas das minhas preferidas (ou as que lembro na hora de fazer o post):
Uao – João
pieu – perdeu – essa palavrinha, merece um post, e vocês não podem imaginar, o quanto ela é usada e nos contextos mais inusitados.
ti tan“i tant” – expressão catalana, mais ou menos como “com certeza” usado de forma divertida pela forma que ele encaixa a palavrinha no dia a dia.
Auxili – “auxili” – forma de pedir ajuda formalmente em catalão – usada informalmente e muitas vezes ao dia, em um tom de voz um pouco histérico, para pedir ajuda tanto para subir, descer, abrir, fechar, levantar, quanto para que alguém o socorra quando eu o agarro e dou beijos de forma exagerada.
Si, mama! – essa na verdade destaca pela forma que é dita. Sabe o “tá bom mãe” dito por um adolescente quando concorda só pra que a mãe deixe de “pentelhar”? Ele, com 2 anos, alcança o mesmo tom de voz e significado.
ammé - também – (mas parecido ao catalão: també) – ou a forma de citar todos daqui de casa, por exemplo:
- A mamãe vai de bicicleta.
Ele: o uão ammé (pausa) o papai ammé (pausa) a mamãe ammé (pausa) a preta ammé.
E as vezes volta ao começo e repete tudo de novo.

No fim das contas, seja qual for o idioma, o desenvolvimento da fala, é divertimento garantido. Sempre!

19 Comments

  1. Ai que gostosura! Você fica sonhando com palavrinhas em português, mas eu achei a coisa mais fofa desse mundo essas palavrinhas gringas. E acho que esse início da fala é das fases mais gostosas, não é mesmo? Também vou fazer um post sobre isso. Só falta o tempo..rs

  2. Fla, aqui o povo gasta os tubos com escolas bilíngues e vc tem um trilingue naturalmente. Comemore! A aquisição de linguagem é sempre linda e é claro que um dia ele vai falar português também (mas com um charmoso sotaque, né?).
    Beijos

  3. Ai que delícia Flá. Posso imaginar que coisa mais gostosa do mundo o pequeno falando catalão. Talvez por que eu tenha aprendido e convivido com o idioma, acho ainda mais charmoso que o português. Grava alguma coisinha pra gente ouvir, vaaaiiii!!! rs
    E olha que bacana o pequeno falar tantos idiomas assim. Português, catalão (que nós sabemos que não é nada fácil – e é um passo pra francês, italiano…), espanhol e arrisca palavras em inglês. Um verdadeiro poliglota!!! Parabéns!!!

    Beijo!

  4. Adorei, acho até que vou sugerir um intercâmbio só pra Elisa voltar com umas palavrinhas novas, super charmosas.
    Essa fase é mesmo um encanto! O contexto em que usam as palavras é o mais engraçado, faz tudo ficar especial.

  5. Oi, Flávia!
    Você devia é ficar feliz em ver que o seu pimpolho tem oportunidade se ber bi e até trilíngue, desde pequeno. Para ele falar idiomas será algo natural desde muito pequeno, ao contrário dos nossos aqui, que precisam de escola própria para isso, a um custo altíssimo. Acho isso maravilhoso!
    Quanto ao início da fala, é uma fase deliciosa mesmo (seja em que língua for!). A minha entrou na fase papagaio há uns dois meses, eu me divirto a cada dia com o que repete da gente e com as palavras novas adquiridas no dia-a-dia… Adoooro!
    Um beijo.

  6. Eu quero também. hehehehehehehe
    Fla, to numa ansiedade para a fase falante do Miguel chegar, mas até agora quase nada. O Miguel entende tudo em portugues e alemao, mas já deu para perceber que a preferencia dele é alemao. Vamos ver o que ele vai falar primeiro.
    Beijos

  7. Flá, aqui em casa a gente também tá se deliciando com essa fase faladeira da pequena! É gostoso demais, né! Mas olha só, quem ficou com inveja fui eu! Imagina só a Nina falando espanhol com 2 anos?! Iria infartar, certeza! Deve ser muita fofura, né!
    Beijo!
    Dani

  8. Adoro! Esses posts com as palavrinhas dos pequenos são os meus preferidos, acho uma fofura.
    E esse menino é charme mesmo, além de lindíssimo ainda é trilíngue! Demais!
    Tb voto por um vídeo com algumas palavrinhas, de preferência o “Si, mama”…rs!
    beijos

  9. Que bonitinho! E que sorte a dele! Será um poliglotinha em breve. bjo
    Paloma e Isa

  10. Demais!!! Quero ver ao vivo, Fla.

  11. Que coisa linda, Flá! Aposto que tem muita mãe brasileira que acharia a coisa mais linda do mundo ouvir seu filho falando uma lingua estrangeira!

    Eu aqui, fico imaginando como vai ser… O Nic ainda não está na escolinha, então sua exposicao ao ingles não é dominante. Ainda conseguimos ensiná-lo coisinhas mimosas e melodiosas do nosso belo idioma (alias, vou correndo começar a ensinar o tal do mamaezinha linda! rs). E outro ponto a favor do portugues eh que somos um casal brasileiro.

    Mas tenho certeza que o Joao vai falar milhoes de linguas com fluencia, incluindo o portugues! E agora só fiquei curiosa pra saber como é que os coleguinhas dele (e professora) pronunciam João…

    Beijos!

  12. Crianças começando a falar é a coisa mais fofa do mundo, seja qual for o idioma. (se bem que aprendendo a andar, tipo um mini bêbado, também é fofo). Enfim, ontem o Theo falou “cocô” assistindo ao clip daquela fatídica música do Cocoricó. Foi hilário, ele tirou a chupeta, falou, e devolveu a chupeta pra boca, rindo.

  13. Que graça Flavia! Eu acho incrivel a cabecinha dos pequenos, o João vai aprender 3 idiomas brincando e quando crescer tera fluencia, falara sem sotaques, tanto o português, quanto o espanhol e o catalão (que todo mundo fala que é dificil!).
    Aqui vivemos a expectativa de como sera com a Béatrice, ja que falamos portugues em casa, mas ela é e sera bombardeada de francês no meio onde vive. Acredito que quando ela for à escola terei grandes ( e lindas!) surpresas linguisticas aqui em casa. Também procuramos falar coisas simples em frances com ela, cantar musicas e ler livrinhos. Vamos ver o que vai dar isso daqui uns dois anos!! Beijos pra vcs :)

  14. Flávia, essa coincidência sobre o que falamos e contamos, é pelo fato de vivenciarmos momentos idênticos. E que momentos… Fase deliciosa…
    Espero que o João poliglota se divirta com a oportunidade tripla de se comunicar. Criança sempre se sai bem!
    bju nos dois

  15. queremos o vídeo do “si, mama”!
    queremos o vídeo do “si, mama”!
    queremos o vídeo do “si, mama”!
    queremos o vídeo do “si, mama”!

  16. o joao tem muita sorte ele fala 3 idiomas!!!!!! concordo com o papai que com o tempo ele falarà portugues. o bom é que vc é uma mae que se interessa em ensinar o seu idioma e o joao ganha muitissimo com isso.

    bisous

  17. Flávia,

    que delícia esta fase né? Eu vou ter o mesmo problema que vc, já que o Max tem mamae brasileira e papai belga morando em Barcelona… Espero que quando o Joao e Max se conhecerem possam falar em português né?

    Beijinhos
    Van

  18. Oi Flavia!
    Muito interessnte este seu post, eu sempre achei que as crianças tinham preferencia para a lingua da mae, independente da lingua do país em que a crinça mora. Mas aqui na Holanda e na Austria, as brasileiras que conheci com criancas vivem o mesmo dilema que vc, as crianças entendem portugues perfeitamente, mas preferem se comunicar na lingua do país!
    Mas o mais fofo de tdo é o Joao já saber 3 linguas tao novinho assim! Que MÁXIMO! PARABENS!
    Beijos
    Pati

  19. ai, que delícia, tão inteligente, já é bilingue (rs)… Sem dúvida, não importa o idioma, ver a habilidade deles em juntar as letras, depois as sílabas e depois as palavras é encantador

Leave a Comment