A visitante 30.000

A Carol, foi a corajosa visitante 30.012 que deixou um recadinho e topou fazer o post. Achei o máximo ter um texto from Buenos Aires, diversificando ainda mais os VIPs do Astronauta.
Gracias guapa, por participar da brincadeira e pelo carinho. Un beso muy fuerte (y una galleta de cien. rá!)
**

Primeiro de tudo: eu não tenho filhos. É bom começar assim pra que se entenda um monte do que vou falar a seguir (não é muito não, prometo que com 4 ou 5 pagininhas de Word, eu fico bem!).

Eu acompanho o mundo das mamães da Internet já tem bastante tempo e nunca soube o motivo, nem como comecei. Entrei num blog por acaso, que me levou a outro e depois ao próximo. E seguia para novos sempre, quase como um vício. Ao encontrar um novo blog, eu ia até o começo dos arquivos e lia tudo (às vezes 2, 3 anos de postagens), pra entender quem era aquela pessoa que eu estava prestes a “conhecer”. Achava muito bonito ver a história daquelas mulheres fortes, leoas, praticamente guerreiras do mundo moderno lutando por cada detalhe da vida de suas crias. Me parecia lindo mesmo, me fazia chorar, eu me sentia totalmente envolvida com todas que acompanhava.

E, um dia, a Mari, do Pequeno Guia Prático, escreveu um post sobre quando foi a Barcelona e conheceu uma outra mommy blogueira e seu pequeno. Eram a Flávia e o João! Eu achei aquele post mágico, me fez ficar totalmente apaixonada pelo descrição do mundo do Astronauta. Eu e minha curiosidade para assuntos mamãezisticos fomos rumo ao blog novo. A primeira coisa que li foi o relato do parto. Nossa! Acho que é, até hoje (mesmo depois de ter lido um monte), o relato de parto mais lindo que eu já li! Cho-rei copiosamente naquele dia. E desde então não larguei mais o delicioso mundo do Astronauta!

Tudo ia muito bem, as mamães ao redor do mundo postando, eu quietinha no conforto do meu anonimato lendo. Porque tinha esse pequeno detalhe: eu nunca me identifiquei em nenhum desses blogs que eu tanto amo. Passei mais de dois anos lendo sobre a vida de mommys, papys e babys que não sabiam da minha existência! Eu sempre achei que não tinha nada pra acrescentar, então não tinha porque comentar. E fora que tinha vergonha e achava que ia invadir a vida das pessoas com meus comentários inoportunos (?).

Até que a Flávia fez um ano de blog e pediu pros leitores se identificarem. Nesse post, ela dizia que sabia que tinha gente de várias cidades lendo, sendo que a primeira da lista era qual? A minha, Buenos Aires.

“Ferrou”, foi a primeira coisa que veio à minha cabeça, achando que a polícia dos leitores anônimos de blogs ia bater na minha porta. Resolvi que era chegada a hora de aparecer, então me enchi de coragem e falei quem eu era. Aí a Flávia retribuiu a visita e comentou no meu blog de não-mamãezices. Fofa!

Mas o que a Flávia não sabia (e só deve descobrir agora) é que ela foi parte de uma mudança estrondosa na minha vida. Na mesma semana em que ela me fez perder o medo da caixinha de comentários, me dei conta de uma coisa extremamente importante, eu finalmente entendi tudo: eu quero (e sempre quis) ser mãe! Por isso os blogs todos, a emoção com as histórias alheias, o interesse por partos, por crianças, a revolta com as injustiças da vida e a vontade de sair por aí espalhando todo o amor que eu puder! Eu sou parte desse mundo das mommys e foi a Flávia que me deu o empurrãozinho que eu precisava pra assumir isso!

Sendo assim, termino: muito obrigada Flávia!! Por muitas coisas além dos seus lindos textos, tenha certeza!

19 Comments

  1. Flávia, como sempre, dando aquele empurrãozinho(mesmo sem saber) para que as mamães e futuras mamães sintam-se a vontade para blogar!!
    E Carol é uma fofa que passeia pelos blogs, com comentários lindos e breve seremos nós a comentar da sua futura gravidez!!Enquanto isso vamos acompanhando a “pré gravidez”
    Beijos

  2. Que lindo Carol!!!
    Ja falei uma vez isso, acho que a maternidade começa quando sonhamos com nosso bebe, nisso incluo quem chamamos de “treinantes” que fazem tratamentos em busca do seu sonho, quem sonha em adotar ou quem espera simplesmente o momento certo na vida.

    Tem mulheres que nao se identificam com a maternidade e faz parte tbm, mas nao acho mesmo q eh somente de mae pra mae, eh de ser humano para ser humano, e ser curioso e querer dividir experiencias faz parte disso tudo!

    Agora Flavia, conta o Shaman ai q vc faz, pq ja olhei nao vi contador, me viro bem na internet mas nao entendo bulufas das ferramentas de blog!hehe Onde vc ve essas estatisticas??? oO ( isso eh uma cara de espanto hehe)

    beijocas em vc e no Joao!

  3. Astro-mamis insprando a mulhereada, hein? Vc deveria começar hj mesmo uma campanha na Espanha, para aumentar a taxa de natalidade :)
    Carol, que luxo poder contar com toda essa consultoria antes mesmo do “iiih, tô grávida!”, hein! Maravilha!
    Beijos nas duas,
    Roberta

  4. Carol, que demais isso. Adoro o seu blog e os seus comentários nos nossos blogs. Vc já faz parte da turma e, quando vier a gravidez, comemoraremos em todas as partes do mundo e da blogosfera!

    Flá, seu contador também não aparece para mim, só em um computador (dos vários que utilizo). Várias vezes eu tento acessar para ser visitante VIP e o contador simplesmente não aparece!

  5. Cris

    Que legal, Carol!!!

    Adorei a história!

  6. ai meu deeeeus, a galleta de cien está de voltaaa!

    Flávia, brigadinha pela oportunidade, gostei muito!! que o teu blog querido continue inspirando muitas mommys e pré-mommys!

    beijão!

  7. gente, não é uma loucura isso? uma mami de barcelona inspirando outra futura mami em buenos aires… e nós aqui acompanhando tudo… essa blogosfera é uma loucura!!!!
    beijos

  8. Que delícia Carol…eu também adorei conhecer esse mundo das mamy e pré mamys blogueiras.

    beijos,
    Dê Freitas

  9. ahahah
    eu devo estar muito, mas muito lesada… acredita que eu não vi que era a Carol??ehehehehe
    Adoro essa menina, ela é um doce!!!
    Parabéns, Flávia, seu blog é super bem frequentado! E parabéns, Carol, amiga muito querida!!

  10. OLA ACHEI LINDO SEU MUNDINHO AQUI SABE,ADOREI PRINCIPALMENTE SEU PARTO ,QUE LINDO AMIGA É TÃO MARAVILHOSO A MANEIRA COM A QUAL SEU FILHO VEIO AO MUNDO ,JA DIRETAMENTE AOS SEU BRAÇOS,TIVE UM PARTO NORMAL E UMA CESAREA DE EMERGENCIA,E EM NENHUM DOS PARTOS TIVE MEU FILHO DIRETAMENTE AOS MEUS BRAÇOS,ADOREI O POST DA CAROL TA,BEIJÃO!!!!!!!!!

  11. Ellen e Paloma:

    Sobre o contador, quando está bem perto das visitas 5000 eu coloco o contador bem visivel em cima do texto, mas normalmente ele fica lá em baixo no canto direito do rodapé.
    As vezes com conexao lenta ele demora um bocado pra aparecer…. mas aparece (ou nem sempre aparece?) .

    beijos

  12. Adoreeeeeeeeeeeeeeei! E acho tudo verdade, esse blog é mesmo inspirador!
    beijos

  13. ai que orgulho, me senti um pouco madrinha agora, hehe… que bom ter contribuído com esse encontro!
    beijos pras duas!

  14. Flá, mais uma vez parabéns pela iniciativa e pela oportunidade de conhecermos um pouquinho mais de cada frequentador do seu e dos nossos blogs.

    Carol, lindo depoimento. Bom saber que é você a minha visitante de Buenos aires também!

    Bjo

  15. Olha o poder dessa blogosfera. Unindo Buenos Aires, Barcelona, São Paulo, Rio, Brasília e sabe-se lá quantas outras cidades por esse mundão…

    Carol, adorei o depoimento. Que bom que esse mundo da maternidade te animou. Juro que assusta muita gente!
    Divulgue a sua gravidez e vamos todas comemorar juntas.

    Flavia, o nº 35.000 me espera!

    beijos para todas!!

  16. Que lindo Post, Carol. Parabéns pela coragem e pela verdade das suas palavras. Fiquei curiosa: você é brasileira?

    A Flavia é especial mesmo, consegue conquistar a gente com esse blog tão lindo, assim como ela e o Astronauta.
    Beijos pra vocês!

  17. Que depoimento mais fofo! Adorei! Super sincero! Mãe ou não, é disso que a gente precisa: conhecer pessoas sinceras e de coração aberto, né não? Beijocas nas duas que, por sinal, foram extremamente carinhosas com Pitoco no dia de seu aniversário. Adoro vcs, viu? Beijocas na Flavia, no João e em Carol.

  18. Nossa.. que texto tão meu!!
    Eu entrei no mundo dos blogs por causa da viagem que fiz pra Europa. e dos blogs de viagens passei pros blogs sobre maternidade. Assim como a Carol, não tenho filhos, e assim como ela, me apresentei no aniversário do blog.. e também como ela, sempre deixo de fazer comentários por saber que não posso acrescentar nada.. mas diferente da Carol, eu sempre, desde muito, muito pequena, soube que eu nasci pra ser mãe. No momento, só estou esperando algumas primaveras passarem, algum dinheiro entrar, e eu ter certeza que encontrei um super papa pros meus pequenos.
    Flavia, seu mundo é tão lindo!!
    Beijos e boa semana!

  19. Ju

    Fico feliz que a Carol tenha perdido o medo e finalmente resolveu se expor!! E que linda forma de se expor, não?
    beijos

Leave a Comment