A viagem

Post escrito por Liza

Que baita responsabilidade ser a visitante 20.000 e quanta honra poder escrever algo para um blog que tem feito parte do meu dia a dia e que tem me ajudado muito na tarefa de ser mãe. Eu, assim como a Flavia, sou mae de primeira viagem e moro no exterior. Não me lembro ao certo como descobri o Astronauta, mas confesso que foi amor a primeira vista. Desde então, assim como com outras mamaes da blogosfera, trocamos experiências, compartilhamos medos, anseios, alegrias, lágrimas e risos e dividimos a saudade que bate forte lá no fundo do peito. Pensei e repensei sobre o que escrever, por que queria conseguir traduzir com palavras a minha admiração e agradecimento a Flávia por compartilhar fatos que muitas vezes me fortalecem quando nao me sinto bem. Bom, resolvi compartilhar uma historia para aquecer o coração dela e de todos os leitores que passam por aqui.

“Ser mae é como planejar a fantástica viagem de férias com que você sempre sonhou — para a Itália. Você compra um monte de guias e faz planos maravilhosos: o Coliseu, o David de Michelangelo, as gôndolas em Veneza. Depois de meses de expectativa, finalmente chega o dia da viagem. Malas prontas, você entra no avião e, algumas horas depois, a aeromoça vem e diz: “Bem-vinda à Holanda.” “Holanda?! Como assim, Holanda?”, você se espanta. “Meu vôo era para a Itália. Sonhei a vida inteira em ir para a Itália.”
Mas houve uma mudança no plano de vôo. Aterrissaram na Holanda e este é seu destino agora.
O importante é que não te levaram a um lugar horrível, desagradável e sujo, cheio de epidemias, fome e doença. É só um lugar diferente.
Então você tem de sair e comprar novos guias. E aprender uma língua nova. E conhecer pessoas que nunca teria conhecido. É só um lugar diferente. O ritmo é mais lento que o da Itália; a luz, menos brilhante. Mas, depois de estar lá por algum tempo, você toma fôlego, olha em volta… e começa a notar que a Holanda tem moinhos… e a Holanda tem tulipas. A Holanda tem até Rembrandts.
Mas todo mundo que você conhece foi e voltou da Itália, contando maravilhas do tempo passado lá. Pelo resto da vida você dirá: “É, era para lá que eu deveria ter ido. Era isso que eu tinha planejado.” Mas, se você passar a vida lamentando o fato de não ter ido para a Itália, talvez não possa descobrir e aproveitar o que existe de tão especial e todas as coisas adoráveis que há na Holanda.”

Nem sempre eh fácil ser mãe, principalmente quando estamos longe do nosso país e da nossa família, numa cultura tão diferente da nossa. Nem sempre temos a paciência necessária, cansamos, choramos, temos medo de estar errando. Muitas vezes desejamos a Itália. Quem de nós já não passou por isso? Mas ser mãe é acima de tudo a viagem mais significativa que podemos fazer, é a dádiva mais linda que Deus nos concedeu. Que possamos aproveitar o máximo essa viagem tão fantástica a Holanda, aceitando que nem tudo será sempre como planejado, que caminhos novos vão surgir, que certas coisas teremos que deixar pra trás. Que possamos viver e aproveitar cada instante dessa viagem ao lado das pessoas que realmente valem a pena, mesmo que algumas estejam distantes por que certas pessoas nem mesmo a distância ou o tempo podem afastar.

Liza

:::

Nota do Astronauta:
Fiquei muito feliz de saber que a
Liza era (uma das) convidada VIP do post 20.000, a gente se lê faz pouco tempo, mas como ela mesma falou somos mães de primeira viagem, num mundo “estrangeiro”, alem disso o Miguelzinho, que é um fofo, é quase da mesma idade do João, motivos de sobra pra me identificar um monte com ela.
Obrigada queridissima pelo post tão lindo. AMEI!



8 Comments

  1. ai… comigo aconteceu assim, e agora uma vez adaptada a “Holanda” não trocaria aqui por lugar nenhum do mundo. hahahahaha

    adorei a histórinha. muito linda!

    um beijo pras duas e pros filhotes

  2. Anonymous

    eu tambem amei o post.
    e a brincadeira…
    quero ser blogueira por um dia.
    O post do 25000 será meu kkkkk

    bjs

    Cris

  3. E tem lugar mais lindo que a Holanda?

    Beijos para as mamis e seus pequenos grandes companheiros de viagem.

  4. Adorei! A gravidez já tem sido essa viagem para a Holanda…
    Bom..tirando a parte da comilança, né? Por que me sinto mais na Itália com esse apetite todo por massas… manja que te fa benne, gorda! kkkkk

    Sério agora (ó, Deus, vou tentar falar sério): amei o post, a analogia, tudo. Jà linkei o blog da Liza lá no Blog da Grávida.
    Beijo!

  5. lindo! tb não troco a holanda por lugar nenhum no mundo, pelo menos até começar a segunda viagem para outro país inesperado…
    bjs

  6. Lindo texto! Lindo, lindo, lindo! Fiquei realmente emocionada. E viva a Holanda, com tudo que ela tem de bom e ruim. E, garanto, a Itália pode nem ser essa maravilha que tanto falam…heheheh
    bjos
    Paloma e Isa

  7. Eu quero viajar!!!!!!!!

  8. Oi Flávia, que ótimo vc no meu bloguinho :) adoro gente nova chegando por lá. Quanto ao pão de queijo, a filha do Tio Nal mora na espanha tmb, em Burgos e ela faz ele aí. Vou perguntar pra ela qual queijo ela usa, sei que é uma mistureba rsss. Aí te falo direitinho pra vc fazer tmb.

    Bjkassssssssssss e volte mais vezes.

Leave a Comment