Prato do dia

Quando fiz o post “peixinho”, a idéia era ir postando receitinhas e dicas para a alimentação dos pequenos… Ou seria sugerir que vocês deixassem receitinhas e dicas??
Enfim… a idéia é insistir no tema, trocar experiências e reunir dicas, falar bastante no assunto, acreditar no conceito quantidade não é = qualidade, e quem sabe um dia conseguir um nível Zen necessário para ver o filhote almoçar e jantar duas colheres e meia de vento, sem me estressar.

E no meio dessa nova filosofia, não é que de repente ele começou a comer bem.
Bem só não, MUITO bem. Tipo: dois pratos no almoço, um tentempié antes do lanchinho da tarde, e na janta outro prato cheio… uma beleza.
Eu, que não acredito em santos, já estava até buscando no google, pra saber qual é o santo padroeiro das crianças que comem tudo, para acender uma dúzia de velas. E sem conter meu contentamento, não parava de falar… Nossa, o João comeu tudo… Benza Deus, até o brócolis… Papai, olha só raspou o prato… e assim sem parar durante uma semana.
Aí gente. Ele cansou, né? Quem não se cansaria? Ele viu que quando comia bem, a mãe dele ficava muito chata, monotemática e repetitiva, e decidiu outra vez, não comer.

Então mamães, a primeira dica é:
Se teu filho que não come nada, de repente começa a comer tudo, finja naturalidade, aproveita para experimentar novos sabores e principalmente desfruta, porque normalmente não dura muito.

Dito isso, eu queria esclarecer umas coisinhas do post da receita do peixinho.
Não sou chef (né super papa?) não cozinho receitinhas novas e semi-elaboradas todos os dias e aqui em casa o básicão rola solto. Sorry! Sinto decepcionar…
Mas o que sim é verdade é toda a parte de procurar que a comidinha, seja saudável e com nutrientes variados, tento sempre comprar frutas e verduras em um lugar que me inspira confiança, e uso alguns truquinhos para enriquecer o prato do dia.

Daí veio a idéia da segunda receitinha.

Caldo de frango caseiro

Antes de ser mãe, eu torcia o nariz cada vez que o maridão fazia caldo, agora sou eu que não deixo faltar na geladeira.
O caldo feito em casa, com ingredientes frescos fornecem vários e excelentes nutrientes, entre eles vitaminas, minerais e proteínas. Além do mais pode ser um coringa na hora de enriquecer o basicão de cada dia, podendo ser usado para cozinhar verduras e fazer um purê, pra dar um gostinho especial no arroz ou para preparar a polenta (ou angu). E pra vocês que estão no hemisfério sul, caldo de frango caseiro + franguinho desfiado + rodelinhas de cenoura + arroz e temperinhos = a uma deliciosa canja, ideal para as noites de inverno e super nutritiva.

Pra quem se interessou a Pat Feldman, do crianças na cozinha tem uma receita, super mega profissa.

Taí o link:

http://pat.feldman.com.br/?p=5538

Também queria agradecer os comentários e dicas, do primeiro post de receita.

A maioria das mamães falaram mais ou menos a mesma coisa, que toda essa preocupação de que comam é realmente desnecessária.
E eu concordo, eles são espertos e poderiam escolher por si mesmos uma dieta equilibrada… (mas isso já é assunto para outro post…)

10 Comments

  1. ahahaah
    Bebedocinha ne tamanho tem direito e ja da um show na hora de comer. Deve ser fase, proximidade (ou falta dela) com o santo padroeiro das crianças que não comem.

    O jeito é ir tentando!!
    Beijoss

  2. Essa do santo foi boa. ahahahahaha.
    E o site da Pat é mara.
    bjo

  3. Ai que pena que durou tão pouco…aqui em casa é o sono (como sempre!!), quando eu começo a comemorar que ele está dormindo a noite toda, ele começa a acordar 200 vezes de novo!!!
    Boa sorte, querida!
    beijoca

  4. { * }

    então, tempos atrás eu fiz um curso de alimentação infantil lá no marenostrum… ótimo!!!! uma coisa que ensinaram foi o lance de comer com as mãos, que criança adora… cenourinha, beterraba, abobrinha, brocólis, tudo em palito, para untar no tahine, no humús, no humús com cenoura… hummmm, deu até vontade!!!
    abraço grande,
    karenina

  5. Eu agradeço todos os dias o santo padroeiro das crianças que comem de tudo, porque a Sofia é uma draga, rs. Agora, sinceramente percebi que todos os pequenos tem uma fase de não comer direito, mas fica tranquila, logo passa e ele volta a devorar todas as comidinhas da mamãe.
    Beijo

  6. é amiga, parece que nossos bebês têm personalidade mesmo, só comem quando e o que querem… caio é assim também… tá comendo bem e tudo (valeu santinho!), mas tem hora encana e só quer comer com a mão, não aceita nada de colher… ou então, só quer a beterraba, e não aceita os outros itens do prato… ou então, almoça super bem e depois não quer jantar… e por aí vai…
    Adorei a dica do caldinho, vai cair super bem nas comidinhas que faço por aqui! Só tinha feito como canja, mas essa idéia de incrementar as outras comidinhas com ele foi ótima!
    Em breve (quando melhorar a vida por aqui, que a correria tá grande), vou falar de comidinhas no blog tb, e trocamos mais figurinhas!
    beijão

  7. Flá, lá em casa, últimamente anda assim: tem dia que a Nina come tudo e tem dia que a mamãe tem que se virar do avesso para ela comer 3 colheres! Vendo seu depoimento e de outras mães, acabei, de certa forma, me tranqulizando. Deve ser fase. E, toda fase, passa (se o santo padroeiro das crianças ajudar!) Beijo! Dani

  8. Adorei seu blog. Adorei a receitinha. E adorei o post do mamá, mamar!!! Genial!!! Estou curiosa com relação à idade do João. bjos

  9. adorei seu blog!]gostei das dicas!

  10. Anonymous

    oi adorei muito de ver o teu espaço, mas o que eu gosto muito é de bónus de poker sem depósito arrnajei um freebankroll para a Victor Chandler em http://bestpokernodepositbonus.blogspot.com/2010/09/bamkrollmob-victor-chandler-100-gratis.html de 25$!Muito bom mesmo!
    fica bem

Leave a Comment